Palmas

Público palmense pode conferir a Exposição Sessões Memoráveis | até 06 de março

Há uma série de mídias que chamam atenção na divulgação de um filme. Uma das mais tradicionais é o cartaz, que por vezes se torna ‘obra de arte’ e item de coleção. Na última década o Cine Cultura colecionou diversas unidades dessas mídias, e exibe na exposição ‘Sessões Memoráveis’ cartazes de filmes que se destacaram no período. A Mostra, aberta no Salão de Exposições do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, pode ser conferida de segunda-feira a sexta-feira, das 08 às 21 horas, até o dia 06 de março.

Além dos cartazes, também serão reexibidos, cinco filmes premiados pelo mundo e que fizeram história na última década. As sessões destes filmes são gratuitas. Segundo a curadora do Cine Cultura, Elisângela Dantas, a mostra é uma forma de reverenciar os títulos que marcaram história na última década. “São filmes que foram exibidos no Cine Cultura e que merecem ser eternizados na lembrança tanto pela formação de novas plateias, como na memória dos cinéfilos.

Os filmes e cartazes fazem parte do acervo da cinemateca da Fundação Cultural de Palmas e estão disponíveis para pesquisa e apreciação do público”, explica.

A abertura da exposição contou com a participação especial do ‘Trio Graciosa’, que tocou trilhas dos filmes ‘Bohemian Rapsody’, ‘Titanic’, ‘Bacurau’, entre outros.

“Foi um momento incrível, essa abertura com música, tapete vermelho. Tudo lembrando o glamour do cinema. Sobre os cartazes, são tão bonitos que deu vontade assistir os filmes que ainda não vi’, afirmou a estudante, Ana Clara Sousa.

“Esta é uma forma de demonstrar o quanto a gente gosta de cinema, a importância que a gente dá para o audiovisual e quanto esses filmes foram capazes de nos tocar. Cada filme, cada cartaz nos mostra como o mundo é feito de diversidade e como isso pode nos inspirar”, concluiu o presidente da FCP, Giovanni Assis.

A peça ‘Auto da Compadecida’ leva a magia do teatro nos dias 12 e 13 de dezembro

“É a primeira vez que eu vejo uma peça”. Essa frase, dita pela aposentada Maria Francisca Santos, de 63 anos, traduz um dos objetivos da Mostra de Teatro Itinerante de Teatro da Fundação Cultural de Palmas (FCP) que dá a oportunidade para que todos os moradores de Palmas possam ter acesso às artes, dentre elas o teatro. Dona Maria e dezenas de moradores da região Sul assistiram a exibição pela Cia de Teatro Fernanda Montenegro, da peça ‘Auto da Compadecida’, de Ariano Suassuna. A apresentação foi no teatro da Estação Cidadania Cultura (antigo CEU) na noite deste sábado, 8, e segue com sessão neste domingo, 9, às 19h30, com entrada gratuita.

“A gente passa a vida toda trabalhando e acaba não tendo oportunidade de ver uma coisa linda dessas. Foi muito lindo. Estão de parabéns!”. Elogiou dona Maria, que assistia o espetáculo acompanhada da netinha Sara, de 9 anos. “Eu hoje tirei uma lição, vou sair mais com meus netos e procurar ver coisas novas”, sentenciou.

O diretor do espetáculo, Cícero Belém conversou com o público minutos antes da apresentação e ressaltou a importância de trazer o teatro e todas as artes para perto das pessoas. “Fazer esse circuito é aproximar a arte do cidadão, imprimir nas pessoas esse sentimento de amor à cultura, às expressões artísticas, é ocupar os espaços populares com aquilo que temos de melhor, nossa arte, nossos autores, nossa história”, disse.

O funcionário público, Aristeu França, assistiu o espetáculo com a esposa Mirian Damasceno e o filhinho Ari Samuel. “Eu sou muito fã do ‘Auto da Compadecida’, já assisti o filme muitas vezes, na verdade eu costumo assistir o filme umas duas ou três vezes por ano, pois é realmente muito bom”, disse o fã de Ariano Suassuna.

E a família França, além de elogiar o espetáculo, fez um pedido. “Palmas precisa muito de iniciativas como essa. Tragam mais peças, filmes, exposições e espetáculos de dança. Eu tenho certeza que a comunidade irá aprovar, não tem erro. É só trazer que o público vem”.

A Mostra

O objetivo da Mostra de Teatro Itinerante da Fundação Cultural de Palmas (FCP), que tem a parceria da Universidade Federal do Tocantins (UFT), é promover o acesso de mais pessoas aos espetáculos realizados pelos atores da Cia de Theatro Fernanda Montenegro.

A Companhia é um projeto de formação desenvolvido no Centro de Ensino e Treinamento Artístico da FCP. Neste domingo, 8, haverá a segunda montagem de peça ‘Auto da Compadecida’ também no teatro da Estação Cidadania Cultura (antigo CEU), às 19h30.

O encerramento da Mostra acontece no Theatro Fernanda Montenegro, nos dias 12 e 13 de dezembro, com ‘O Auto da Compadecida’ e nos dias 14 e 15 a comunidade poderá assistir ‘Romeu e Julieta’, sempre às 20 horas.

‘Auto da Compadecida’

Escrita em 1955 e encenada pela primeira vez em 1956, ‘Auto da Compadecida’, de Ariano Suassuna, é uma das principais peças do teatro brasileiro, tendo sido adaptada para a televisão e para o cinema. Inspirada na Literatura de Cordel, a peça é construída em três atos, que ilustram de forma leve e bem-humorada, as desventuras do povo nordestino em meio a seca, a fome e a miséria.