No Recife, carnaval de rua gratuito só deve terminar no próximo domingo | 01 de março

Não é para todomundo que o carnaval acaba na Quarta-Feira de Cinzas. No Recife, a festa deva continuar até o próximo domingo (1º de março). Nesta quarta (26 de fevereiro), muitos blocos gratuitos de rua ainda estão colocando o povo para frevar. Em Casa Amarela, Zona Norte da capital pernambucana, os foliões alternativos têm encontro marcado no polo do bairro, onde acontece o já tradicional Cinza Rock desde às 15h. 
 
Em sua 13ª edição, a Quarta Cinza Rock vai levar ao palco 10 bandas locais. O agito é reconhecido por apostar em novos nomes da cena do Recife com uma atração de peso. Na folia alternativa, irão se apresentar nomes como Realidade Encoberta, Raízes do Capibaribe e Diablo Angel. A apoteose da noite fica por conta da banda Eddie, que encerra a programação a partir das 23h.
 
Nesta quinta-feira (27), a partir das 9h, o Pátio de São Pedro recebe a apuração do Concurso de Agremiações, realizado este ano na Avenida Nossa Senhora do Forte e na Avenida do Forte. Os vencedores receberão R$ 730,5 mil em prêmios.
 
Já no sábado (29), o Fecho do Carnaval – A Saideira Que Nunca Acaba começa a partir das 17h, na Praça do Arsenal, no Recife Antigo. Vai ter muito brega, com Kelvis Duran, música popular, música eletrônica e dança. Com coordenação artística do bailarino e coreógrafo pernambucano Dielson Pessoa (responsável pela direção artística do espetáculo de abertura do Carnaval do Recife 2019), e com a iluminação e projeção de imagens dos veteranos Jathyles Miranda e Gabriel Furtado, respectivamente, o espetáculo Close desembarca no Recife Antigo.
 
No domingo (1°), o Carnaval segue vivo nas ruas, com o arrastão do frevo, que celebra o encontro da orquestra Só Mulheres com o bloco Nem com uma flor, que combate a violência de gênero, e convida outras agremiações feministas como Essa Fada e Siririx a trazerem seus estandartes a desfilar pelas ruas do Bairro do Recife. A concentração acontece às 15h, no Marco Zero, com saída do cortejo até o Paço do Frevo, às 16h. Neste domingo, a entrada ao museu é gratuita. 
 
A Orquestra Só Mulheres se apresenta em shows e eventos com diversos gêneros musicais, com destaque ao frevo de rua. A orquestra é liderada pela maestrina Lourdinha Nóbrega que compõe arranjos para execução de suas músicas. No primeiro carnaval com a Lei 13.718 que tipifica o crime de assédio, o Bloco Nem com Uma Flor, da Secretaria da Mulher do Recife, levanta mais uma vez seu estandarte pelo fim da violência contra a mulher, grande pauta da agremiação.